Notícias
28 | Julho
Manchete do dia 28/07/2017
Assuntos que farão parte do programa de TV Cooperativismo em Notícia deste final de semana
Publicado em: 28/07/2017

DIA DE COOPERAR – Centenas de eventos, espalhados pelos quatro cantos de Santa Catarina, foram realizados nesse mês de julho, para celebrar o Dia Internacional do Cooperativismo. As ações do Dia C mostraram a verdadeira face desse movimento que agrega e transforma. Videira, lá no meio oeste, reuniu quase NOVECENTAS pessoas numa tarde de sábado esplendorosa. O encontro teve a presença de OITOCENTAS pessoas no parque da Coopervil. Jovens e adultos viveram um momento singular. O movimento contou com ação social, de saúde, projeto de cultura cooperativa, jogos educativos, desafios esportivos e até uma mini maratona. Além da Coopervil, o evento deste ano contou com a participação de outras duas cooperativas: o Sicoob e a Unimed. O Dia de Cooperar celebra a aproximação do cooperativismo com as famílias. Um lugar onde todas as pessoas podem exercitar seu bom humor. Esse foi o quinto ano consecutivo que a Coopervil realiza o Dia de Cooperar.

FECOAGRO 42 ANOS – Pense numa entidade que luta diariamente para defender os interesses das cooperativas filiadas. Pensou? Agora multiplique a energia para entender o sucesso dela. Há mais de quarenta anos essa é a tarefa da Fecoagro. Criada em 1975 por Aury Luiz Bodanese, a federação que engloba 10 cooperativas singulares e uma central, a Aurora Alimentos, completou 42 anos. A festa reuniu um seleto grupo de amigos em Florianópolis. Aproveitando a solenidade, a direção da Fecoagro decidiu reverenciar pessoas e entidades que participaram dos cinco anos do programa Cooperativismo em Notícia, exibido semanalmente no Canal Rural, SBT Santa Catarina, Record News e TV da Cidade de Joinville. O início de tudo aconteceu em julho de 2012, ano em que a ONU celebrava o Dia Internacional do Cooperativismo. Além dos profissionais que fazem a história do programa, também foram homenageadas as personalidades que apareceram durante a primeira exibição lá em 2012, além das emissoras aonde o programa é exibido e os parceiros que viabilizam essa iniciativa da Fecoagro.

O programa Cooperativismo em Notícia é produzido pela equipe de comunicação da FECOAGRO/SC e veiculado pelo Canal Rural nos sábados às 08h30, com reprise nas segundas-feiras às 11h30. No SBT/SC a exibição é feita sempre nos domingos às 09h30. Na Record News o programa vai ao ar no sábado às 9 horas. Na TV da Cidade de Joinville a veiculação acontece sempre nos domingos às 07h30. Na TVCOOP/SC o programa Cooperativismo em Notícia está na grade de programação de sábado e domingo às 13 horas; de segunda-feira às 13h05 e de terça-feira às 07h10. O programa também fica disponível no site da FECOAGRO/SC: www.fecoagro.coop.br.

ESTADO DE EXCELÊNCIA

O programa Estado de Excelência, apresentado na Record News, neste domingo às 08h30 apresentará matéria dos aniversários da Fecoagro e do Cooperativismo em Notícia. Haverá reprise às 22 horas.

Fontes: Fecoagro/SC e equipe da TV COOP/SC

Sicredi participa da Conferência Mundial do Woccu 2017
Publicado em: 28/07/2017

O Sicredi participou nesta semana da Conferência Mundial do Woccu (World Council of Credit Unions, em português Conselho Mundial de Cooperativas de Crédito), em Viena, na Áustria.

A delegação do Sicredi foi formada por 90 pessoas, entre dirigentes, executivos e colaboradores. “A Conferência Mundial do Woccu é o principal evento para as cooperativas de crédito, em âmbito internacional. Tem como foco a abordagem global sobre como melhorar a vida das comunidades por meio do cooperativismo de crédito, algo que o Sicredi faz há mais de um século em nosso país, fomentando o desenvolvimento regional e local. É uma oportunidade de compartilhar nossas experiências e também aprender com as cooperativas de crédito de todos os continentes”, afirma Manfred Alfonso Dasenbrock, presidente da SicrediPar, da Central Sicredi PR/SP/RJ e secretário-geral do Conselho, da Fundação e do Grupo de Serviços do Woccu.

O presidente-executivo do Banco Cooperativo Sicredi, João Tavares, fez uma apresentação no evento, com o tema “Estratégias de crescimento em um ambiente em constante evolução: uma perspectiva internacional”.

O Woccu atua para promover o desenvolvimento sustentável das cooperativas de crédito por meio de programas de assistência técnica a fim de fortalecer o seu desempenho financeiro e alcance em âmbito mundial. A entidade registrou, em 2015 (últimos dados consolidados), 60,5 mil cooperativas de crédito em 109 países, totalizando 223 milhões de associados.

Composto por integrantes das maiores cooperativas de crédito do mundo, o encontro tem como objetivo destacar as tendências do cooperativismo de crédito. Organizados em grupos, os dirigentes escolherão temas para debaterem e, ao final, compartilharão suas conclusões. Entre os representantes do Sicredi, estavam: Wellington Ferreira (presidente da Sicredi União PR/SP), Luiz Hoflinger (presidente da Sicredi Vanguarda), Valmir Galhardo (diretor executivo da Central Sicredi Centro Norte), Jaime Basso (presidente da Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP), Glei Linhares (presidente da Sicredi Noroeste) e João Tavares (presidente-executivo do Banco Cooperativo Sicredi).

Também integraram a delegação do Sicredi um grupo local de representantes da Rede Global de Mulheres Líderes que participou do Global Women’s Annual Forum. O objetivo da GWLN (Global Women’s Leadership Network) é proporcionar às mulheres uma rede internacional que permita o engajamento para seu desenvolvimento profissional e pessoal. Desde a sua criação, em 2009, já atingiu mais de 1.100 mulheres de 57 países.

Fonte: Sicredi

Voluntários da Aurora auxiliam guarnições do Corpo de Bombeiros no bairro Efapi
Publicado em: 28/07/2017

Além da importante atuação do Corpo de Bombeiros de Chapecó, a comunidade do bairro Efapi também contará com a colaboração de 40 voluntários da Brigada de Emergência do Frigorífico Aurora Chapecó (FACH I). Durante um ano eles atuarão voluntariamente, junto aos bombeiros, no posto reinaugurado na região da Grande Efapi. A atitude da Cooperativa Central Aurora Alimentos em contribuir com voluntários está aliada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas que tem como intenção orientar as políticas nacionais e as atividades de cooperação internacional nos próximos 15 anos com base em 17 objetivos.

O supervisor administrativo do FACH I, Vanderson Kurtz da Silva, salientou que a Aurora conta com mais de 350 brigadistas e contribuirá com o 6º Batalhão do Corpo de Bombeiros cedendo 40 profissionais que atuarão voluntariamente. “Queremos fortalecer o vínculo da Aurora Alimentos com os bombeiros contribuindo com a comunidade do bairro Efapi. Além disso, as experiências adquiridas durante esse período serão de grande valia para o desenvolvimento das ações da Brigada de Emergência dentro das unidades”.

Ben Hur Augusto Cavazzotto é técnico em segurança do trabalho na Aurora Alimentos, há um ano atua na Brigada de Emergência do FACH I e será um dos voluntários no Posto do Corpo de Bombeiros. “Atuamos diariamente com ações de prevenção dentro da Aurora e queremos colaborar também com a comunidade. O trabalho desempenhado pelos bombeiros é importantíssimo e, com certeza, todos os voluntários estão comprometidos em atuar em conjunto pensando sempre no bem dos moradores”, afirmou.

O comandante do 6º Batalhão do Corpo de Bombeiros, tenente-coronel Hilton de Souza Zeferino, reforçou a importância das parcerias com a Prefeitura de Chapecó, o Governo do Estado, a BRF e a Aurora Alimentos para a reabertura do posto no bairro Efapi. “Há três anos a comunidade estava sem o serviço dos bombeiros e agora voltamos a atuar nessa região que abriga cerca de 70 mil habitantes do município de Chapecó. Com o apoio que receberemos dos brigadistas da Aurora teremos mais facilidade para compor as guarnições de serviço e isso refletirá em ganhos para a população que terá o tempo de atendimento reduzido e o aumento substancial da possibilidade de salvar vidas”.

A presidente da Fundação Aury Luiz Bodanese, Isabel Cristina T. Machado, destacou que a Aurora Alimentos incentiva o espírito do voluntariado em seus colaboradores por meio de ações que contribuam com a comunidade. “Essa é mais uma atuação que demonstra a preocupação que temos em estar presentes e atuantes nas ações do município contribuindo para melhorias no dia a dia das pessoas. Estamos felizes em mais uma vez poder colaborar”.

Fonte: MB Comunicação

Sicoob Oestecredi terá liberação de R$ 82 milhões para Plano Safra 2017/2018
Publicado em: 28/07/2017

Após o lançamento do Plano Safra 2017/2018 pelo Governo Federal, a cooperativa de crédito Sicoob Oestecredi de Palmitos está preparada para atender as demandas de seus associados. A previsão para a liberação dos recursos chega à R$ 82 milhões, destinados ao custeio e investimento agrícola e pecuário. Conforme a Supervisora de Crédito Rural do Sicoob Oestecredi, Fabiane Vaccarin Negri, as finalidades de custeios e investimentos tiveram um aumento significativo de 30% se comparado ao ano safra 2016/2017, período em que foram liberados R$ 57 milhões.

Fabiane mencionou que o Pronaf é destinado a atender as demandas do pequeno produtor rural, oferecendo-lhes taxas de juros mais acessíveis e visando o incentivo da agricultura com mão de obra familiar. Além disso, ela destaca que o Sicoob Oestecredi oferece incentivo ao médio e grande produtor nas linhas do Pronamp e Empresarial.

Conforme Fabiane, a cooperativa implementou um novo serviço, passando a trabalhar nesse novo ano safra com o seguro agrícola. “Nosso produtor terá duas opções de seguro a seu dispor, o programa de garantia da atividade agropecuária (PROAGRO) e o Seguro Agrícola que se trata de um seguro privado”, explicou.

Para maiores informações sobre o Plano Safra e o seguro que o Sicoob Oestecredi disponibiliza é necessário que o produtor vá até o ponto de atendimento da cooperativa em sua cidade. “É importante que as pessoas levem o seu orçamento a um de nossos pontos de atendimento. Nossos colaboradores estarão prontos para prestar todas as informações necessárias e esclarecer todas as suas dúvidas”, finalizou.

Fonte: Sicoob Oestecredi

Sistema FAESC/SENAR e Capitania dos Portos capacitarão pescadores e maricultores catarinenses
Publicado em: 28/07/2017

Pescadores e maricultores do litoral catarinense passam a contar com cursos de formação que os habilitará para o exercício profissional das atividades marítimas de maneira segura e regular perante a lei. A qualificação será oportunizada por meio de Termo de Cooperação Técnica e Financeira assinado entre o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR/SC), órgão vinculado à Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (FAESC), a Capitania dos Portos de Santa Catarina (CPSC), o Sindicato Rural de Florianópolis e o Instituto de Geração de Oportunidades de Florianópolis (IGEOF).

Serão disponibilizados oito Cursos de Formação de Aquaviários – Grupo Pescadores (CFA1-III M/C N1) para Aquaviários do 3º Grupo – Pescadores, Seção de Convés, com inscrição na categoria Pescador Profissional (POP), no nível de habilitação 1, para o exercício das capacidades previstas nas Normas da Autoridade Marítima

O custeio dos cursos ficou a cargo do SENAR/SC, que é mantido pela classe produtora rural compreendida por produtores rurais, capturadores pesqueiros e produtores urbanos, através do recolhimento compulsório de 0,2% sobre a comercialização da produção primária para pessoa física ou jurídica.

O levantamento e indicação de candidatos oriundos da atividade é responsabilidade do Sindicato Rural de Florianópolis e do IGEOF, sendo a disponibilização da estrutura, coordenação e execução dos cursos atividades assumidas pela Capitania dos Portos de Santa Catarina. A metodologia de ensino proposta tem como fundamento a formação por competência, propiciando ao aluno conhecimentos teóricos e práticos que possibilitem a ampliação de seu aprendizado no dia a dia de sua atividade profissional.

De acordo com as normas da Diretoria de Portos de Costas, o presidente do Conselho de Administração do SENAR/SC e da FAESC, José Zeferino Pedrozo, destaca que é requisito imprescindível que os alunos sejam indicados por entidade representativa da classe. “Estão inscritos para os processos seletivos os pescadores e maricultores indicados pelo Sindicato Rural de Florianópolis e pelo IGEOF, com o aval do SENAR/SC”.

Cumprindo determinação da Norma para o Ensino Profissional Marítimo (NORMAM-30), as turmas são compostas por 35 alunos, e foram aceitos mediante indicação e aprovação em teste físico realizado pela CPSC. O superintendente do SENAR/SC, Gilmar Antônio Zanluchi, esclarece que o curso possui carga horária total de 112 horas-aula as quais serão cumpridas na Capitania dos Portos de Santa Catarina e avalia a parceria como positiva para a expansão das atividades marítimas no litoral catarinense.

O início das aulas está previsto para o dia 31 de julho de 2017. “Serão cinco aulas por dia, uma turma no turno matutino e outra no vespertino, totalizando 22 dias úteis por curso, já contabilizado o tempo de realização das provas escritas, aulas práticas e tempo reserva. A intenção é retornar ao mercado, ao final da execução da etapa prática do Plano de Trabalho, aproximadamente 280 profissionais devidamente capacitados, exercendo sua atividade econômica de forma legal”, complementa Zanluchi.

Base Econômica

O litoral catarinense foi colonizado por povos açorianos, com vocação natural para o mar, sobretudo para a atividade de pesca. Muitas comunidades vivem quase que exclusivamente da pesca, outra atividade econômica nas águas de Santa Catarina, mais precisamente na Grande Florianópolis, é a maricultura. Ela existe há mais de 20 anos e é responsável por cerca de 95% das ostras consumidas no País.

“Todo profissional que exerce trabalho em ambiente aquático deve ser habilitado pela Marinha do Brasil, que promove cursos de formação para as diversas áreas de atuação marítimas e fluviais, inserindo os concluintes no sistema como aquaviários e documentando-os por meio de Caderneta de Inscrição e Registro (CIR)”, explica o capitão de corveta e chefe do Departamento de Ensino Profissional Marítimo da Capitania de Portos de Santa Catarina, Orlando Gonzaga.

As embarcações de pesca não admitem passageiros, portanto todos seus tripulantes devem ser profissionais pescadores e o único modo de exercer a atividade de forma legal é obtendo a CIR. A lei nº 9.537, de 11 de dezembro de 1997, que dispõe sobre a segurança do tráfego aquaviário em águas sob jurisdição nacional e dá outras providências, atribui à autoridade marítima competência exclusiva para habilitar aquaviários e amadores, bem como estabelecer fiscalização.

Fonte: MB Comunicação

Fonte:
Mais notícias
Cooperativa Agropecuaria Videirense

Avenida Dom Pedro II, 789
Caixa postal 127 - Videira Santa Catarina
Cep: 89560-000