Notícias
09 | Março
Manchete do dia 09/03/2018
Assuntos que farão parte do programa Cooperativismo em Notícia neste final de semana pela TV
Publicado em: 09/03/2018

CDC COOPERVIL – Em 2018, foram mais de dois mil associados impactados diretamente no Campo Demonstrativo da Coopervil em Videira que aprofundou os conhecimentos sobre as culturas de grãos e de hortifrutigranjeiros. Além da exposição de máquinas, implementos e produtos veterinários. Este ano mais de 30 empresas participaram diretamente do CDC. O produtor associado que deixou o conforto de casa conseguiu extrair muitas informações durante as conversas técnicas.

CDC COOCAM – Em Curitibanos conhecido como a capital nacional do alho, agora vê brotar um novo mecanismo de desenvolvimento: os grãos. Lá aconteceu o segundo campo demonstrativo da Coocam que reuniu quase TREZENTOS convidados, basicamente associados e clientes da cooperativa. O presidente João Carlos Di Domênico e a sua diretoria fizeram questão de agradecer o apoio recebido até aqui.

Os dois Campos Demonstrativos do meio oeste catarinenses estão no programa Cooperativismo em Notícia deste final de semana. O programa referencia do cooperativismo brasileiro é veiculado pelo Canal Rural aos sábados as 08hs30, com reprises às quintas-feiras às 11hs. No SBT/SC o programa é exibido aos domingos as 09hs30. Na Record News estamos na grade de programação de sábado às 09hs. Na TV da Cidade de Joinville a veiculação acontece aos domingos ás 07hs30. E na TVCOOP/SC a exibição é feita nos seguintes horários: sábado e domingo às 13hs; segunda-feira as 13hs05 e na terça-feira as 07hs10. O programa também fica disponível no site da FECOAGRO: www.fecoagro.coop.br

Quase cinco mil produtores rurais serão capacitados gratuitamente pelo SENAR/SC
Publicado em: 09/03/2018

O uso de agrotóxicos é comum em muitas propriedades rurais para a eliminação de pragas e doenças, mas é preciso ter cuidado com o manuseio do produto. A qualidade de vida no meio rural é uma das propriedades do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR/SC), órgão vinculado à Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (FAESC) e para garantir que o uso de agrotóxicos seja efetuado de maneira correta, a entidade oferece o curso de segurança e saúde no trabalho com agrotóxicos.

Mensalmente esse e outros cursos são oferecidos em diversos municípios do território catarinense. Em março 308 treinamentos serão oferecidos beneficiando cerca de 4.928 profissionais do meio rural. Para participar os produtores devem procurar o Sindicato Rural de seu município e informar o curso de interesse. As capacitações estão disponíveis no site do SENAR/SC (www.senar.com.br) com especificação de carga horária, local e data de realização.

Na região do planalto Norte, Canoinhas receberá nos dias 12 e 13 a qualificação em fruticultura básica. O curso de comercialização na propriedade rural será desenvolvido em Joinville nos dias 13 e 14. O município de Itaiópolis também contará com a capacitação em conservação do solo na fumicultura.

Para a região do Vale do Itajaí está previsto o treinamento na qualificação em operação e manutenção de tratores e implementos agrícolas ocorrerá em Imbuía de 12 a 14. O município de Pouso Redondo terá nos dias 15 e 16 o curso de operação e manutenção de roçadeira. Nos dias 20 e 21 será realizado em Jaraguá do Sul a capacitação em formas associativas no meio rural. O treinamento em produção caseira de massas para congelamento será promovido nos dias 22 e 23 em Garuva. Nos dias 26 e 27 o município de Guaramirim terá a capacitação em derivados do leite.

Entre as qualificações previstas para a região Sul está para Araranguá que terá no período de 12 a 16 o curso de rédeas. O treinamento em emissão de Guia de Trânsito Animal (e-GTA) ocorrerá em Braço do Norte no dia 19. Nos dias 20 e 21 ocorre, respectivamente, nos municípios de Passo de Torres e Sangão as capacitações em conservas de frutas, hortaliças e temperos e formas associativas no meio rural. Laguna terá nos dias 22 e 23 o curso de turismo rural – identificação e seleção de oportunidades de negócios.

Na Serra Catarinense será promovida a capacitação em derivados de leite acontecerá em Bocaina do Sul nos dias 22 e 23. Nos dias 28 e 29 Alfredo Wagner terá a qualificação em controle agroecológico de pragas e doenças.

No Meio Oeste será nos dias 22 e 23 o município de Caçador que receberá o treinamento de empreendedorismo rural. Nos dias 26 e 27, respectivamente, serão realizados os cursos de operação e manutenção de roçadeira em Catanduvas e educação ambiental em Lebon Régis.

Na região Oeste acontecerá no dia 13 no município de Faxinal dos Guedes terá o curso de fluxo de caixa da atividade rural. O município de Arabutã terá nos dias 13 e 14 o treinamento em criação de abelha rainha. Nos dias 21 e 22 será promovido em São Domingos o curso de processamento de carne de frango.

Para as qualificações do Extremo Oeste está prevista nos dias 13 e 14 Iporã do Oeste contará com o curso de processamento de carne suína. O treinamento em conservas de frutas, hortaliças e temperos está previsto para os dias 20 e 21 em Iraceminha.

Fonte: MB Comunicação

Sicoob Oestecredi comemora 33 anos
Publicado em: 09/03/2018

Ao longo de seus 33 anos de existência o Sicoob Oestecredi sempre esteve presente na vida pessoal e financeira de seus associados, cumprindo com sua missão diária, de ser agente de promoção do desenvolvimento econômico, social e profissional dos associados, colaboradores e da comunidade com disponibilização de políticas financeiras e prestação de serviços.

Foi assim, que o associado Ledovilio Biasi, proprietário da empresa Construtora Biasi, de Caibi, avalia os 25 anos em que é associado pessoa jurídica da cooperativa: “Comecei com conta particular e depois na empresa. É uma parceria muito séria, os juros são baixos, contamos com as sobras no final de cada ano e ainda temos a vantagem de possuir cota capital enquanto sócios da cooperativa”, destaca. Ele enfatiza que a parceria entre Sicoob e sua empresa, foi fundamental para enfrentar momentos de turbulência e dificuldades e se manter no mercado. “Em momentos de muita dificuldade financeira precisei do Sicoob, e tive as linhas de crédito acessíveis para nos desafogar. E sou grato até hoje por isso, pois, parceria como essa ‘não tem dinheiro que pague’. Continuando assim como está, estamos muito satisfeitos”, destaca.

Com mais de três décadas de atuação o Sicoob Oestecredi é referência em variados serviços e produtos que propiciam diversos benefícios aos seus associados. “Só tenho a agradecer pela parceria criada ao longo dos anos com o Sicoob Oestecredi, uma instituição séria, justa e focada em melhor atender seus associados”, comenta o empresário e administrador da empresa VVR Transportes de Palmitos, Davian Reinheimer.

Associado ao Sicoob Oestecredi há quase 23 anos, Davian conta que logo que abriu a empresa, em 1995, buscou a parceria da cooperativa. “Ter a confiança depositada no cliente e contar com o apoio de uma instituição de crédito com certeza seria um grande diferencial para nossa empresa que estava começando. Vimos na parceria uma possibilidade de otimizar muito nossas chances e fazer o negócio prosperar”, comenta ele.

O empresário reforça que a parceria com o Sicoob Oestecredi foi fundamental para o crescimento empresarial. “Saber que podemos contar não somente com um banco, mas sim com uma instituição de crédito parceira a qual percebemos que você cliente é tão importante para ela como ela é para você, é muito gratificante. Essa relação de confiança mútua torna-se um agente facilitador na tomada de decisões e investimentos, fazendo com que nos consolidamos ainda mais no mercado”, ressalta ele.

Para finalizar o empreendedor destaca sobre os produtos serviços vantajosos que o Sicoob dispõe às empresas. “Fizemos uso de produtos e serviços como o SicoobNet, SicoobCard e sistemas de emissão on-line de boletos. Esses são serviços importantes para nossa empresa, pois oferecem praticidade e muitos benefícios, otimizando o tempo e a produtividade”, finaliza.

Fonte: Sicoob Oestecredi

Ministério da Agricultura lança plano específico para o setor de frutas
Publicado em: 09/03/2018

O Ministério da Agricultura lançou em Brasília (DF), o Plano Nacional de Desenvolvimento da Fruticultura (PNDF). O plano, feito em parceria com entidades do setor privado, contribuirá para que o Brasil exporte mais frutas, informou a pasta, em nota. O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, presente ao evento, destacou que o plano “é extenso, abrangendo desde novas regras para o licenciamento de uso de produtos agroquímicos até a padronização internacional dos certificados fitossanitários”.

O presidente da Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafrutas), Luiz Roberto Barcelos, acrescentou que o objetivo é alcançar já neste ou no próximo ano o recorde de 2008, quando foi exportado o equivalente a US$ 1 bilhão em frutas. Além disso, a meta tanto do governo quanto do setor privado é melhorar o cenário da cadeia produtiva da fruticultura, que contribui com R$ 33 bilhões para o valor bruto da produção agrícola.

O secretário executivo do ministério, Eumar Novacki, também destacou o interesse em transformar a fruticultura em uma potência nas exportações brasileiras e anunciou que outros planos para diferentes segmentos do agronegócio estão em andamento, como do feijão, do leite e o de bovinos. “Este plano servirá de referência para os próximos”, afirmou.

No lançamento foi assinada também uma portaria criando o Comitê Consultivo para formulação de projetos para o setor, que será coordenado pelo ministério e formado por quatro membros da iniciativa privada. Os projetos específicos do comitê, recomendando ações de curto, médio e longo prazos para adoção de providências por instituições governamentais e setor privado, serão definidos a partir de dez áreas temáticas: Governança da Cadeia; Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação; Sistemas de Produção; Defesa Vegetal; Gestão da Qualidade; Crédito e Sistemas de Mitigação de Riscos; Legislação; Infraestrutura e Logística; Processamento e Industrialização; e Marketing e Comercialização

Fonte: MAPA

Cooper A1 cresce 22,57% em patrimônio líquido e cooperados tem retorno de sobras 15 milhões de reais
Publicado em: 09/03/2018

Quinze milhões de reais é o valor que a Cooperativa A1 está devolvendo aos cooperados através do retorno das sobras referente ao exercício 2017. O montante, que parte será capitalizado e parte será distribuído em dinheiro aos cooperados, foi divulgado na Assembleia Geral Ordinária, realizada em Palmitos, SC.

A Assembleia reuniu mais de 500 cooperados de 18 municípios. O Órgão supremo da cooperativa também aprovou o faturamento líquido da Cooper A1 em 2017, que ultrapassou 1,06 bilhão de reais. Além do cooperados, a Assembleia contou com a presença da diretoria executiva e gestores da Cooper A1, representantes de instituições financeiras e lideranças políticas da região. O presidente da Cooper A1, engenheiro agrônomo Elio Casarin ressaltou: “Tivemos mais um desempenho bom do ponto de vista econômico e financeiro, com resultado operacional de 4% sobre o faturamento bruto e com 22,57% de crescimento em relação ao patrimônio líquido.

Segundo Casarin, constantes melhorias e eficiência na gestão interna além da participação ativa e confiança dos cooperados nas operações com sua cooperativa, sustentaram os negócios e foram decisivos em um ano de desafios mas positivo para a Cooper A1. A Cooper A1 encerrou 2017 com 8.879 cooperados e 1.241 colaboradores diretos. Das sobras de 15 milhões destinados aos cooperados, 5,6 milhões de reais serão distribuídos em dinheiro e R$ 9,3 milhões capitalizados na conta capital de acordo com a movimentação de cada um no exercício.O Patrimônio Líquido da cooperativa atingiu o montante de R$ 485.806.734,96. Os principais índices foram: liquidez corrente 1,60%, liquidez geral 1,26%, e o grau de endividamento 51%. Em impostos e tributos, a Cooper A1 gerou e recolheu mais de 86 milhões de reais, valores que beneficiam diretamente cada município onde está instalada.

Nas atividades e ações de Promoção Social, dez programas em andamento, mostrando o fortalecimento e importância dos princípios cooperativistas de desenvolvimento humano, entre eles: De Olho e QT Rural; Escola A1 do Leite; Jovem Aprendiz Cooperativo; Jovem Coop; Liderança A1; Mulher A1 / Sicoob; Mulheres Cooperativistas e Programa Coleta Segura.

Na Assembleia Geral também foi momento de apreciação e votação do novo Conselho Fiscal, Gestão 2018, que ficou assim constituído: Efetivos – Vania Sebben Marquesan (Descanso, SC); Gilmar Canello (Palmitos, SC); Romildo de Mello (Rodeio Bonito, Suplentes – Paulo Braun (São João do Oeste, SC); Josnei Giehl (Itapiranga, SC) e Douglas Dalcero (Caibi, SC).

“Gestão, confiança e planejamento, tudo passa por esses três aspectos. E, claro, a união dos cooperados, que têm grande confiança na sua cooperativa, e nossos colaboradores que trabalham com foco e direcionamento. Com o empenho de todos, a Cooper A1 alcançou novamente o faturamento superior a R$ 1 bilhão, e desenvolveu significativamente seu patrimônio líquido”, ressaltou Elio Casain.

Fonte: Cooper A1

Fonte: Assessoria Interna
Mais notícias
Cooperativa Agropecuaria Videirense

Avenida Dom Pedro II, 789
Caixa postal 127 - Videira Santa Catarina
Cep: 89560-000