Notícias
08 | Março
Manchete do dia 08/03/2018
Deputado Natalino defende modelo do agronegócio catarinense
Publicado em: 08/03/2018

O presidente da Comissão de Agricultura e Política Rural da Assembleia Legislativa, deputado Natalino Lázare, usou a tribuna para dar apoio ao produtores rurais e defender a cadeia produtiva do agronegócio catarinense diante das informações divulgadas sobre a terceira etapa da Operação Carne Fraca, da Polícia Federal. De acordo com as investigações, cinco laboratórios e setores de análises da empresa BRF teriam fraudado resultados de exames em inspeções.

“Sou favorável às investigações e confio no trabalho das autoridades policiais. Os fatos precisam ser esclarecidos, quem errou deve ser punido. Porém, é preciso cautela para que os produtores, os empregados, os empresários, os diretores, enfim, todos os que fazem parte do agronegócio, que são, em sua esmagadora maioria pessoas sérias e comprometidas, não paguem a conta pela má-conduta de uns poucos envolvidos neste contexto”, afirma o deputado Natalino.

Lázare fez um apelo para que todo esse processo tenha uma resolução e o mais rápido possível que a sociedade tenha acesso às informações para preservarmos e proteger este modelo do agronegócio catarinense que é referencia para o Brasil. “Precisamos tratar esse assunto com muita responsabilidade. Conversei esta semana com diversos líderes do setor e todos têm essa preocupação: a falta de esclarecimentos e pouca celeridade nas investigações podem afetar desde o pequeno produtor rural até as indústrias idôneas que são responsáveis pelas exportações do Estado”.

O parlamentar ressalta que é lamentável a maneira tímida de manifestações sobre este assunto por parte de autoridades políticas no âmbito nacional.

As investigações da terceira fase do “Carne Fraca” demonstraram que cinco laboratórios, credenciados junto ao Ministério da Agricultura, e setores de análises da empresa BRF teriam fraudado resultados de exames em inspeções. Eles teriam informado ao Serviço de Inspeção Federal dados fictícios em laudos e planilhas técnicos. Os resultados dos exames eram relacionados a bactérias do grupo Salmonela.

Fonte: Gabinete Deputado Natalino Lázare

Armazéns de milho e arroz serão inspecionados pela Conab
Publicado em: 08/03/2018

Equipes da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) já estão visitando, os estados da Bahia, Goiás, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e o Distrito Federal para conferir os estoques do governo federal que estão distribuídos em armazéns próprios e da iniciativa privada nessas regiões. São produtos diversos que integram as cestas básicas de programas como o de Aquisição de Alimentos (PAA), além de outros de estocagem a granel, como milho, arroz e trigo.

Nesse mesmo período, os fiscais farão também inspeções aleatórias em propriedades de pequenos criadores de animais que estão filiados ao Programa de Vendas em Balcão. O programa tem oferecido milho a preços de mercado atacadista nos estados com dificuldade de abastecimento em períodos de entressafra.

No caso dos estoques públicos, segundo a Conab, esta é a primeira etapa de uma programação de nove inspeções nos estados onde há produto público armazenado. Mais de 70 mil toneladas de milho e arroz estocados em Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Goiás passarão pelo foco dos fiscais para analisar as condições de armazenagem, conservação e quantidade armazenada.

De acordo com informações da Conab, na fiscalização dos criadores que adquirem milho do Vendas em Balcão será averiguada a veracidade das informações prestadas pelo beneficiário no momento do cadastro. Isso inclui o tamanho do plantel de animais próprios, a necessidade real do produto destinado à ração, entre outros.

No caso de constatação de irregularidade, o beneficiário do programa ou o armazenador dos estoques do governo serão advertidos e terão que responder pela infração, de acordo como as normas da Conab.

Fonte: Conab

Governo do Estado prorroga redução de ICMS para vendas interestaduais de suínos
Publicado em: 08/03/2018

O secretário de Estado da Agricultura e da Pesca(SAR), Moacir Sopelsa anunciou ontem durante reunião da comissão de agricultura da assembleia legislativa que o Governo do Estado resolveu prorrogar ate março de 2019 a vigência do decreto que reduz o ICMS nas operações interestaduais das vendas de suínos vivo. A decisão foi tomada após reunião com o secretário adjunto da fazenda, Marco Aurélio de Andrade Dutra e o secretário de estado da fazenda Paulo Eli. o decreto reduz de 12% para 6% o ICMS. O secretario Moacir Sopelsa disse que espera que esse benefício seja canalizado ao suinocultor e não fique não mão dos intermediários, ou mesmo que seja instrumento para redução de preços por parte dos compradores de outros estados. O presidente da Comissão de Agricultura e Política Rural da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, deputado Natalino Lázare, comemorou o anúncio. O deputado ressalta que a medida é uma forma de proteger o agronegócio catarinense de uma concorrência desleal. “Esta luta é para que os produtores catarinenses tenham o mesmo tratamento dos produtores gaúchos e paranaenses”, assinala o parlamentar, salientando que o estado gaúcho reduziu através de lei já sancionada pelo governador José Ivo Sartori, de 12% para 6% o imposto sobre este tipo de negócio. Natalino Lázare completa que esta justiça tributária agora precisa ser discutida e ser transformada em lei, pois empresas de São Paulo, por exemplo, já não estão comprando mais em Santa Catarina. Vão diretamente aos produtores gaúchos e catarinenses, onde os preços estão mais baixos em função da política fiscal adotada naquele estado. A reunião contou com a presença de representantes da Faesc, Fetaesc, Fecoagro, Ocesc, Cidasc, Epagri, ACCS, Conab, Sindicarne, Secretaria da Agricultura e da Pesca e da Secretaria da Fazenda.

Fonte: Fecoagro

8 de março – Dia Internacional da Mulher
Publicado em: 08/03/2018

O Dia da Mulher surgiu no final do século XIX e início do século XX nos Estados Unidos e na Europa, no contexto das lutas femininas por melhores condições de vida e trabalho, e pelo direito de voto. Em 26 de agosto de 1910, durante a Segunda Conferência Internacional das Mulheres Socialistas em Copenhaga, a líder socialista alemã Clara Zetkin propôs a instituição de uma celebração anual das lutas por direitos das mulheres trabalhadoras.

As celebrações do Dia Internacional da Mulher ocorreram a partir de 1909, em diferentes dias de fevereiro e março, a depender do país.

A primeira celebração se deu em 28 de fevereiro de 1909 nos Estados Unidos, seguida de manifestações e marchas em outros países europeus nos anos seguintes, usualmente durante a semana de comemorações da Comuna de Paris, ao final de março. As manifestações uniam o movimento socialista, que lutava por igualdade de direitos econômicos, sociais e trabalhistas, ao movimento sufragista, que lutava por igualdade de direitos políticos.

No dia 8 de março de 1857, trabalhadores de uma indústria têxtil de Nova Iorque fizerem greve por melhores condições de trabalho e igualdades de direitos trabalhistas para as mulheres. O movimento foi reprimido com violência pela polícia. Em 8 de março de 1908, trabalhadoras do comércio de agulhas de Nova Iorque, fizeram uma manifestação para lembrar o movimento de 1857 e exigir o voto feminino e fim do trabalho infantil. Este movimento também foi reprimido pela polícia.

No dia 25 de março de 1911, cerca de 145 trabalhadores (maioria mulheres) morreram queimados num incêndio numa fábrica de tecidos em Nova Iorque. As mortes ocorreram em função das precárias condições de segurança no local. Como reação, o fato trágico provocou várias mudanças nas leis trabalhistas e de segurança de trabalho, gerando melhores condições para os trabalhadores norte-americanos.

Na década de 1970, o ano de 1975 foi designado pela ONU como o Ano Internacional da Mulher e o dia 8 de março foi adotado como o Dia Internacional da Mulher pelas Nações Unidas, tendo como objetivo lembrar as conquistas sociais, políticas e econômicas das mulheres, independente de divisões nacionais, étnicas, linguísticas, religiosas, culturais, econômicas ou políticas.

A data de 8 de março é simbólica, afinal o Dia Internacional da Mulher são todos os dias, pois são elas que conseguem conciliar, o trabalho, a casa, os esposos, os filhos, a família, o carinho e o amor, além da comunidade.

Parabéns Mulheres, nesse dia e nosso reconhecimento que todos os dias são os seus dias!

Fonte: Fecoagro

Supermercado da Cooperitaipu está em novo endereço
Publicado em: 08/03/2018

A Cooperativa Regional Itaipu inaugurou o novo supermercado da Itaipu em Pinhalzinho, agora localizado na Avenida Brasília – próximo ao Restaurante do Cléo. Trata-se do supermercado de transição, até a edificação da nova estrutura a ser realizada no antigo endereço, uma estrutura totalmente moderna e mais ampla. O momento de inauguração reuniu um grande público e entre eles autoridades, conselheiros de administração, fiscal e líderes da Cooperitaipu e principalmente associados, funcionários, clientes. Presente na ocasião Arno Pandolfo – Presidente da Cooperitaipu; Leandro Zamignan – Coordenador do Supermercado Itaipu de Pinhalzinho; Marcos Zordan – Diretor Agropecuário da Aurora Alimentos; Eloi Pressotto – Presidente do Sicoob Creditaipu; Samuel Thiesen – Presidente da Ceraçá; Secretário de Finanças e Desenvolvimento Econômico de Pinhalzinho e Representou o Prefeito Municipal de Pinhalzinho.

Arno Pandolfo enfatizou a preocupação em sempre trazer conforto, espaço e comodidade aos clientes, associados e público em geral. O Presidente lembra que este processo de transição é mais um importante passo da Cooperativa Itaipu a fim de sempre trazer mais soluções e qualidade para toda a sociedade, em especial aos consumidores do Supermercado Itaipu que é referência em diversos departamentos como carnes, bebidas, produtos lights e dights, entre outros.

Fonte: Cooperitaipu

Fonte: Assessoria Interna
Mais notícias
Cooperativa Agropecuaria Videirense

Avenida Dom Pedro II, 789
Caixa postal 127 - Videira Santa Catarina
Cep: 89560-000